Aqui, no planeta Terra…

Aqui, no planeta Terra...

Jogam-se pedras em mulheres
Distribuem-lhes ofensas gratuitas
Cultivam-lhes ódio e rancor.

Aqui, no planeta Terra…

A mulher é um peso morto
Objeto de consumo, para o prazer sexual
Um ser inferiorizado, por sua própria raça.

Aqui, no planeta Terra...

Existe uma riqueza
Um tesouro, diante de nossos olhares
Mas que, muitos, são incapazes de reconhecer
Um verdadeiro diamante, que Poucos homens são capazes de valorizar.

Aqui, no planeta Terra...

Envio minha solidariedade a todas as mulheres
Meu pedido de perdão pela cegueira que, todos os dias, gera mais e mais violência
Pelo medo, que, homens frágeis, nutrem,  pela tamanha força dessas mulheres.

Perdão pelas injúrias proferidas no passado
Cultivadas, ainda, no presente
Pelas ofensas proferidas, futuramente.

Aqui, no planeta Terra...

Pela lei, que protege homens violentos
Pela justiça, tão omissa
Pela sociedade, que só tripudia da vítima
Peço-lhes perdão.

Aqui, no planeta Terra...

Pelo sangue derramado de Marielle, Maria, Inês, Rute... 
Por todas que, clamam por justiça
Por milhares de mulheres em cárcere privado
Por mais de milhares, em cárcere psicológico
Por outros milhares, agora, sendo violentadas, de alguma forma
Por todas as nossas mulheres Cegas, surdas, mudas, inexistentes.

Por todas as mulheres do Brasil
Por todas as mulheres vítimas da nossa indiferença.
Por todas as mulheres !
Aqui, no planeta Terra...

Um poema para repudiar estes trastes  inconsequentes
Num mar de sangue e violência masculina
Contra o tesouro feminino
Um repúdio a todo e qualquer ato de agressão contra estes seres extraordinários.

Carlos de Campos
Terra
Terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.