Perspectiva

Perspectiva

Quando chegamos ao limite de um relacionamento, a melhor coisa a se fazer é se separar. 
E, foi nesse exato momento que eu vacilei.
A noite habitou meu ser e, uma profunda tristeza me invadiu. O que fazia se tornar, ainda mais difícil de segurar as lágrimas dessa ausência.
Vivo a revelia de mim mesmo. Digerindo este momento. Tentando entender como  cheguei até aqui. Segurando a barra pra não desabar de uma só vez.  E, me pego a pensar que, isso pra mim, seria um grande alívio.
Entretanto, uns desejos me tomaram de súbito e, tenho imaginado em como realizá-los. Desejos e mais desejos; é só o que tenho até esse momento. O que não me toma, além dos desejos, é o ânimo.  Sinto-me energeticamente exaurido.
Ondas de insanidade me abatem diariamente. Ondas de tensão que me causam dores, angústia e sofrimento; imensas e, carregadas de incertezas, incoerências. Um misto de rancores, medos e desamor.
Migalhas... foi isso o que me sobrou e, que, diariamente, eu contesto : Caramba !!! O que poderia esperar, se tratando com seres humanos ? Esperava amor ? Compreensão ? Reconhecimento ? Amizade ? Poderia esperar algum tipo de acolhimento,  em meio a tempos tão sombrios ? 
Como pude ser tão burro em acreditar que ainda existisse um pouco de humanidade nestes seres ditos humanos ?
Há quem diga que o amor está sendo leiloado por um preço muito alto. Estamos vivendo tempos tão carentes de afeto em nossas relações que, um pouquinho de amor, transparente e sincero, está valendo uma fortuna.
Vivemos tempos de relações vazias. Baseadas nas nossas velhas conveniências. Estamos pobres de amor. A que ponto chegamos ?
Quero me sentir livre, amado, desejado, mesmo que, por um breve instante. Daria tudo para ter este instante !  Poder tocar, com liberdade; me aconchegar em puro afeto; me realizar num olhar, olho no olho; no amor, me deliciar. Mais uma vez me apaixonar;  quem sabe, me sentir preenchido pelo poder transformador que flui do amor. Desejos que me instigam, aflorando, em meu ser, a cobiça. Só quero um instante e nada mais.
O que me prende a essa vida imprestável ? O que me impede de romper com os laços que me envolvem e que só causam em mim, este desamor ? Preciso buscar coragem, para que, enfim, eu tome uma postura para dar uma nova direção à minha vida.
Os diálogos internos começam a me desafiar noite a dentro. Diálogos confusos, cheios de insinuações. Dia após dia, noite após noite, essa é a minha rotina;  rotina de um andarilho da vida, que busca uma solução transformadora.
Sinto que a minha vida passa por um sorteio e, essa sensação, é muito presente a cada segundo em que respiro. É estranho sentir-se assim. O que me assusta, é, verdadeiramente, perceber que não tenho controle algum da minha vida; nem mesmo nas simples atitudes das quais eu acreditava piamente que possuía este tal controle. Qual é o ser humano que não precisa ao menos ter uma mínima sensação de que está no controle ?
A vida, de certa forma, é uma roleta russa com um único projétil no tambor; colocamos na fronte e, puxamos o gatilho. No fim da tarde, saberemos se o dia foi de mais uma oportunidade, ou não. Um projétil, um dado, um arriscar da sorte, é o que nos resta pra continuarmos vivos, ou  não.
A nossa mente é sabia o suficiente, ao ponto de não nos permitir refletir profundamente e, por longo tempo, algo tão decisivo e, portanto, seguimos inconscientes e inocentes, a  espera do derradeiro momento em que o dado da existência decidirá por nós.
Preciso dar um norte a minha vida; não posso mais permanecer  inerte onde estou.  Seguir adiante. Já é tempo !!!
Penso que é minha essa decisão. Escolher que lugares conhecer, com que pessoas viver. Submeter  minha vontade aos meus caprichos e desejos, sejam eles quais forem. 
Conquistarei a minha liberdade !!! Buscarei, encontrarei e viverei o amor mais puro. Opto pela vida ! Mereço e me permito ser pleno e feliz através de minhas próprias escolhas. Isso não  passará de hoje !!!
Tomar atitude, requer coragem.  Não se deve esperar pelo apoio de ninguém. 
O objetivo é simples : buscar a felicidade onde ela estiver;  mesmo que seja preciso burlar o sistema. 
Vou buscá-la nas pessoas, na natureza, nas situações, nas meditações e,  precisamente, dentro de mim. Viver sem luxos ou regalias. Viver a felicidade a partir da própria busca. E, só depende de mim pra acontecer.  De mais ninguém.
O caminho é recheado de desafios, que serão superados, claro. Ao constatar a vida que levo, no momento, repleta de vazio, sem desafios, broxante, sem perspectivas de que nada de bom possa acontecer, está é minha opção : a de não viver mais deprimido do que se é possível.
Nesta estrada, sei que terei o Sol de cada dia a meu favor,  me guiando e aquecendo nos dias de solidão mais profunda.

E tudo isso, começa agora !!!

Carlos de Campos 
Perspectiva

Quando chegamos ao limite de um relacionamento, a melhor coisa a se fazer é se separar. 
E, foi nesse exato momento que eu vacilei.
Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.