O amor é fundamental

O amor é fundamental

Nosso tempo é um tempo limitado. Um tempo que não pode ser desperdiçado. O tempo corre, e nós corremos atrás dele. Quanto tempo temos perdido? 
A quantas ilusões estamos agarrados?

Estamos limitados ao tempo e espaço. Dominados por supostos “poderosos”. O que resta para nós então? Restaria-nos a busca por uma suposta elevação interior? 
Quem sabe, a compreensão do "todo", meditando a partir da experiência deste minúsculo fragmento de consciência. Nos seria possível, enquanto indivíduos, estarmos acima do bem e do mal ? Quem não deseja acreditar que isso seja possível a nós seres humanos ? 

Será que só o querer, já seria suficiente para empreender tal aventura nessa busca interior ? Esse caminho, podemos percorrer somente com o entendimento da experiência do amor que temos em “mão” ? 
Um caminho construído com um sentimento de amor que está agregado a coisas certas e erradas é um bom pedagogo para nos orientar ? 
Nossa experiência com o amor é uma boa pedagoga, na qual  possamos confiar para nos orientarmos ?

Há, em cada um de nós, perguntas sem respostas, ainda mais elevadas que as anteriores, que vão nos provocando um imenso anseio em ser uma pessoa melhor. Nosso maior problema é a nossa pouca aplicação em direcionarmos a nossa força de vontade. Há alguma força e perseverança em nós ? Até temos muito boa vontade, porém nos falta muita determinação e perseverança.  Percorrer um caminho repleto de perguntas sem respostas e, ouvindo um sentimento que chamamos de amor, não me parece confiável. No que, então, podemos confiar ?

Amor. O que é isso, de fato, na nossa vida ?
Seria um segurar firme nas mãos do nosso consciente e inconsciente ?  Nos sentirmos plenos interiormente com os pés descalços numa estrada de chão batido pelos valores da humanidade ? 
São tantas coisas que precisamos parar de dar atenção e que, nos tem tirado do caminho do amor. São tantas perguntas sem respostas, que temos evitado para não termos inconvenientes; sem percebermos que, ao evitarmos tais perguntas, as inconveniências se manifestam com mais força ainda. 

Quem sabe um dia, antes da nossa morte, tenhamos a sensatez de ter, como principal meta das nossas vidas, o foco no que a palavra amor tem se refletido em nós e em nossas atitudes. E que a palavra amor ganhe um novo e edificante significado nessa busca que  começamos no dia do nosso nascimento.


Foto por Marko Obrvan em Pexels.com

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.