Você precisa saber disso

Você precisa saber disso

Você é muito importante no jogo da existência. Por isso, a sua contribuição é de fundamental importância enquanto agente de transformação na sociedade, e sempre será bem-vinda. 
Não aceite a desordem como opção. Você é chamado a promover o amor e a solidariedade.

Muitas são as opções oferecidas, que você pode escolher seguir, ou simplesmente ignorar. 
Quaisquer das escolhas que fizermos, terá um preço a se pagar; alto ou baixo, positivo ou negativo. Isso vai depender de como você observa. O importante, e que precisa se ter consciência, é de se escolher o que se ama fazer. Sendo assim, você se vai se poupar, com certeza, de uma vida da mais pura amargura. Nunca faça nada, em sua vida, que não goste. Procure fazer o que vai promovendo a alegria, o amor, a satisfação e a solidariedade.

O melhor a se fazer na vida, é ser feliz. A vida é muito curta para nos darmos ao luxo de perdermos tempo com mesquinharias e neuroses que podem ser evitadas. Deixemos as ilusões, naturais aos pré-adolescentes. Tenhamos presente em nossas mentes e corações, que nós somos os protagonistas de nossas vidas e, que só depende de nós, querermos ou não, sermos felizes. 
A felicidade não está fora, a felicidade está dentro de nós, e é por isso que só depende de cada um de nós sermos ou não felizes. Assuma a felicidade dentro de você e tudo a sua volta terá outra coloração, sabor e outras vibrações.

Carlos de Campos 
Você precisa saber disso

Você é muito importante no jogo da existência.
Foto por Alexander Suhorucov em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.