O que é ser contemporâneo da internet ?

O que é ser contemporâneo da internet?

O que é ser contemporâneo da internet ?

Me permita refletir, um momento, sobre o que é ser contemporâneo da internet. Quando observamos o processo de produção que a internet nos proporciona, nossa única reação é de júbilo, êxtase, pela rapidez com que nos informamos ou produzimos alguma coisa, quase que instantâneamente. É tudo o que desejávamos!

Aconteceu que, a internet foi evoluindo e, com ela, foi evoluindo a necessidade de nos mantermos conectados. A aplicação dos algoritmos evoluiu tanto, que hoje temos, praticamente, uma “inteligência artificial” que, num banco de dados, reúne milhares de informações e, produz em segundos outras tantas milhares de informações. Poderíamos pensar sobre tantas consequências positivas e outras tantas negativas, mas quero me ater, justamente, a um ponto negativo, essencial, que assola as pessoas em nossa sociedade. O ponto negativo que mais tem nos destruído é a vida que levamos dependentes da conexão na internet. Ao ponto de não conseguirmos mais ficar, nem por um instante sem estar conectado a alguma coisa na rede.

O problema de nossa era digital é que vai nos transformando em um corpo sem capacidades cognitivas mínimas de raciocínio. E pior são as toneladas de informações que recebemos, informações essas que quando nos chegam já são informações que se tornaram obsoletas, quase que no mesmo instante. O que nos prejudica ainda mais no nosso poder de tirar nossas próprias conclusões.

Somos corpos com uma alma conectada a tudo e a nada, simultaneamente. Somos, cotidianamente, informados e pouco formados. Acabamos por nos deixar cair em um imenso prejuízo cultural, ou pior, por tornar nossa sanidade mental abalada, sem o mínimo de capacidade para lidar com tais emoções que foram produzidas pelo vício da internet, vício em sentir a necessidade de estar sempre conectado.

Resistir a todo esse movimento de novidades é uma missão quase impossível, porém, é uma missão fundamental; uma missão nobre, por ter como nossa principal meta a salvação de nossa sanidade mental. Para uma pessoa conseguir vencer as investidas desse poderoso e complexo sistema com uma tecnologia altamente avançada e desumana, é impensável. E, por essa razão é que somos presas fáceis. É como areia movediça, quanto mais nos movimentamos para sair, mas somos engolidos. A tecnologia moderna é exatamente assim, quanto mais queremos sair do vício que estamos expostos, mais os algoritmos trabalham para nos convencer que precisamos continuar onde estamos. O que podemos esperar do futuro diante desse movimento silencioso e eficiente, que  percorre com suas informações, os nossos cabos de internet ?

Nossa sanidade mental é invadida por tantas e tão diferentes informações que vamos adoecendo sem nos darmos conta.  Pouco a pouco, a nossa razão é engolida, nos impedido de usar a nossa capacidade de pensar, nos deixando vulneráveis diante do que devíamos ser críticos. Todo o nosso mecanismo que nos possibilitaria uma defesa, está submerso na letargia pelo excesso de informações desencontradas que nos impedem de formular qualquer questionamento válido. Vamos nos afundando na areia até cairmos em total depressão por que não vemos mais sentido em nada nessa vida.


O remédio contra essa perda extrema do sentido de vida é justamente o uso da razão. Por isso o ideal é se colocar com o espírito crítico de quem se dá a prerrogativa de questionar o que está lendo, ouvindo, vendo e buscando.  Não questionar por questionar, e sim buscar entender o que se passa a sua volta e, ainda assim, saber que tudo o que aí se coloca não é a verdade em si e sim parte de uma verdade, um ponto de vista. 

Quando buscamos outras informações a respeito do que estamos lendo nos ajuda a aprofundarmos o nosso conhecimento naquele determinado assunto, desenvolvendo nossa formação. As informações que recebemos quando são aprofundadas se consolidam passando a ser um conteúdo que nos forma a razão e o nosso caráter. Essa é a enorme recompensa que a leitura crítica das informações que recebemos nos dá.

Quando admitimos que o nosso anseio por consumo de informações é tão somente para saciar nossa ânsia imposta a nós mesmos pela tecnologia, é então, o momento que tudo dentro de nós se pacifica, nos livrando de todo vício e preguiça. Diante de tudo isso, tudo o que vier se tornará a razão que, é a fonte de vida a vibrar dentro de nós.

Espero que esse texto tenha provocado em você a curiosidade. São tantas as possibilidades de conhecimento que a internet nos traz, e esse é o ponto maravilhoso da internet que temos que cultivar para termos uma vida mental saudável. É preciso que façamos as escolhas certas quando estamos conectados a rede, para que essa forma de se comportar seja um hábito benéfico.  Escolha individual que produzirá serenidade.

A missão desse texto é, simplesmente, de agitar as águas da sua vida, caso ela esteja parada. A criação é movimento, como também é saúde, vida e a informação é esse movimento que mexe com o nosso espírito crítico que é quem nos dá a chave para reconhecer mentiras e injustiças.
O que é ser contemporâneo da internet ?
Foto por cottonbro studio em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.